Chega de idolatria…

Cada um tem direito de acreditar no que quiser. Assim como tem todo direito de se manter fiel às suas ideologias e aos seus posicionamentos. Mas eu realmente não consigo compreender a força da lavagem cerebral a que são submetidos os seguidores do partido da estrela vermelha. É inacreditável que eles continuem afirmando que não existe crise no Brasil. Que essa ideia foi plantada pela elite para que as empresas pudessem justificar a dispensa indiscriminada de trabalhadores. E que a prova disso é que os shoppings estavam todos lotados no Natal. Não adianta mostrar os dados oficiais que indicam que um milhão e meio de empregos foram perdidos só no ano passado, que cem mil lojas foram fechadas, que milhares de indústrias pediram recuperação judicial, e que esta é a pior recessão da economia desde 1930. Não, tudo isso é culpa da elite, que não suporta ver pobres nos aeroportos.

Para eles, a Lava Jato é uma farsa montada para acobertar a corrupção dos tucanos. E a PF é inteiramente controlada pelo PSDB. Sim, aquele mesmo PSDB que está fora do governo federal há mais de treze anos. Fico realmente impressionado com o poder que tem esse partido. Só não conseguiu ganhar as quatro últimas eleições, mas quanto ao resto, não há nada que não consiga fazer. O juiz Sérgio Moro trabalha para a CIA e tem o objetivo de minar a Petrobrás e entregá-la a preço de banana para o imperialismo americano. Sério? As delações e suspeitas (quase evidências) contra o Lula são uma tentativa de macular a imagem do maior estadista que este país já teve. Mas basta que o mesmo delator mencione um nome da oposição, para que essa última suspeita passe a ser considerada absolutamente verdadeira. O triplex e o sítio jamais pertenceram ao Lula porque as escrituras e contratos assim o provam. Mas quanto à mansão dos Marinho em Angra, também em nome de outros e igualmente envolvida em suspeitas, já não há qualquer dúvida quanto aos crimes cometidos. O mesmo se aplica a qualquer membro da oposição. Será que eles não veem o menor traço de incoerência nessas atitudes?

Eles sempre encontram justificativas para tudo. Os politicos presos? Injustiçados e condenados sem provas. Verdadeiros heróis do povo brasileiro! O desastre econômico no governo Dilma? Estamos muito melhores do que na época do FHC! Epidemia de Zica? Há indícios fortes que estamos sendo vítimas de um ataque biológico perpetrado por aqueles que querem desestabilizar o país para tomar à força o nosso pré sal. A imagem do Brasil lá fora? Nunca fomos tão independentes e tão respeitados. A volta da CPMF? Só a elite não quer pois vai dificultar a sonegação de impostos. A imprensa? Toda comprada e cúmplice de uma tentativa de golpe. Exceto, claro, os repórteres e blogs “independentes e imparciais” que são sempre os primeiros a afirmar, sem nenhuma investigação, que todos os envolvidos do ParTido são inocentes. Críticas à incapacidade da presidente? Não passam de comentários sexistas e misóginos. Quando uma gravação não deixa dúvidas sobre as falcatruas praticadas por um de seus políticos? Ele nunca foi petista, sempre foi um PSDBista infiltrado! Quando alguém pergunta sobre o retrocesso visível em todas as áreas? Esse não passa de um coxinha, paneleiro, leitor de Veja e eleitor de Aécio! Bom, desisto!

Por mais absurdos que pareçam, nenhum desses “argumentos” foi inventado por mim. Estão à disposição para quem quiser ler nos blogs, nos perfis, nas redes sociais, e até na boca de muitos jornalistas da grande mídia, aquela mesma acusada por eles de golpista. Cansei de ouvir bobagens como essas ao (tentar) conversar com os defensores do PT. O pior é que sempre sou acusado por eles de me comportar da mesma forma em relação aos partidos de oposição. Pois aqui vai (mais) uma declaração pública: eu queria ver todos os políticos corruptos na cadeia. De qualquer partido! Fico tão feliz ao ver condenado o Eduardo Azeredo quanto fiquei ao ver o José Dirceu. Se provados os crimes, ficaria radiante ao ver o Lula e o Aécio na mesma cela. Os Marinho e o Paulo Henrique Amorim em outra. Não é possível que esse povo não consiga entender que estamos todos no mesmo barco, e que o barco está afundando! Não é mais uma questão de amor ao Brasil. Não é mais uma questão de patriotismo. Não é mais uma questão de ideologia. É uma mera questão de inteligência!

Jamais cogitaria a hipótese de defender quem quer que fosse na classe política brasileira, muito menos antes de concluída qualquer investigação. Meus presidentes favoritos foram assim escolhidos pelas ações tomadas em prol do país e, mesmo assim, não me arriscaria a defender a índole e a honestidade de qualquer um deles. Não os conheci a esse ponto. Nenhum deles foi, é ou será um ídolo pra mim. Na verdade, não creio que algum político mereça ser assim considerado. Ídolos deveriam ser exemplos de caráter. Pelo menos, assim sempre foram os meus. Além do mais, na política, não precisamos de outros ídolos. Precisamos sim, mais do que nunca, de novos e verdadeiros líderes. Que não sejamos, portanto, meros seguidores e defensores dos nossos políticos. Mas cidadãos com senso crítico e com discernimento suficientes para cobrarmos competência, coerência e atitude de quem nos dispusermos a eleger!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>