Bola de cristal…

20220420_125423

– Bárbara, você sabe que eu não acredito nessas coisas.

- Entra logo, Nicolas. A mulher é fera. Já se esqueceu de tudo que ela acertou quando a gente esteve aqui em 2014? A reeleição da Dilma, as manifestações, o impeachment.

- Mas ela não previu nada sobre o mito.

- Ainda tava longe do mito aparecer. Mas hoje ela vai nos dizer se ele ganha ou se vamos virar um país comunista.

- Tá bom, mas você faz as perguntas. Não gosto de papo com essa gente.

- Sentem-se. Vocês vieram por causa da eleição, não é?

- Ah, Madame Zohara, a senhora sempre sabe de tudo. É isso mesmo. Quem será nosso próximo presidente? Bolsonaro ou Haddad?

- Meus filhos, minha bola de cristal não mostra nomes. Mas vejo que o próximo governo será transformador.

- Graças a Deus! Transformação é a cara do mito. Será um governo de reformas, de privatizações, de crescimento, né?

- Não vejo nada disso aqui. A transformação acontecerá em outros setores.

- Na relação com o congresso? Já estava na hora do toma-lá-dá-cá acabar.

- Na verdade aqui marca um governo totalmente entregue ao Centrão, cheio de mensaleiros, inclusive nos ministérios.

- Virgem santa! A senhora está dizendo que o PT vai ganhar? Não dá pra confiar nessas urnas eletrônicas mesmo.

- Tem mais: inflação, juros, dólar e desemprego vão explodir.

- É claro que vão. É só pra isso que esse bando de corruptos presta. Que tristeza.

- (Bárbara, acho que tá na hora da gente ir.)

- (Espera, Nicolas.) Fale mais, Madame Zohara.

- O desmatamento vai bater recordes, a educação vai retroceder como nunca, e a responsabilidade fiscal será coisa do passado.

- Que Deus tenha piedade de nós. A tal transformação que a senhora mencionou é o comunismo, né?

- As maiores transformações virão na área da saúde, da política externa, e dos auxílios sociais.

- Tenho até medo de perguntar…

- O novo presidente será abertamente contrário à vacinação, o Brasil se tornará um dos maiores aliados da Rússia, e os gastos com o bolsa-família vão mais que dobrar.

- (Bárbara, chega de ouvir bobagem. Nem um governo petista seria tão ruim assim. Vamos embora.)

- (Cala a boca, Nicolas.) Madame Zohara, e nós, pessoas de bem, vamos ficar quietas?

– Claro que não. Vocês vão aplaudir…

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta