Postagens problemáticas…

- Ai, amor, essa foto nossa ficou ótima! Posta no Instagram.
– Agora, meu amorzinho. Dá uma olhada aí.
– “Namorada boa é aquela que tá contigo na praia até o nascer do sol”?! Que palhaçada é essa Túlio?
– Como assim, meu tchutchuquinho? A gente não tá junto agora vendo o sol nascer?
– Não desconversa, Túlio. Então, se eu não ficasse até agora com você eu não seria “uma namorada boa”. É isso?
– De jeito nenhum, meu amor. Que bobagem, eu só te fiz um elogio. Aliás, foi você que insistiu pra que a gente virasse a noite na praia, lembra?
– Pois é. E o que você diria se eu escrevesse que “namorado bom é o que topa virar a noite na praia com você”, heim?
– Ué, não vejo problema nenhum…
– Não vê porque você é homem, Túlio. Homem não vê quando está sendo machista e você está sendo machista e misóg…
– Mas, Fafá…
– Viu? Quer prova maior do que essa?
– Meu Deus, o que foi que eu fiz agora?
– Manterrupting.
– Hã???
– Você sempre me interrompe quando eu estou falando, Túlio!
– Imagina, meu amor. Eu só estava querendo lhe mostrar que você entendeu tudo errado.
– Ah, eu que entendi errado, né? E você não tem vergonha de fazer um mansplaining bem na minha cara?
– Foi algum aplicativo do Insta que eu usei sem querer?
– Não se faça de desentendido, Túlio! Você tá me chamando de idiota?
– Não, Fafá. Olha, vamos recomeçar nosso dia. Vou apagar essa postagem e vamos voltar a curtir esse nascer do sol lindo.
– Não vai apagar nada. Só depois que eu der um print. Isso é uma prova do quanto eu sofro nas suas mãos.
– Prova de sofrimento? Um elogio?
– Além do mais você tá ficando famoso. Já tem cinco comentários no seu post de mulheres lindas, vitoriosas e empoderadas chamando você de machista. Agora que você não vai apagar nada mesmo!
– Que mulheres, meu Deus?
– Marcia Tiburi, Kéfera, Manuela d’Ávila, Gleisi e a Pabllo.
– Mulheres? Isso só pode ser piada…
– Ah, que emoção, a Maria Gadu acabou de comentar também. Sou fã demais dela. Ela tá falando que você está sendo duplamente machista.
– Aham…
– Que namorada boa é aquela que não se condiciona a especifismo algum. Gente, ela é genial! E que praia também é feminino e que a sua presença aqui está atrapalhando a desova das tartarugas e agredindo a natureza.
– Não tem nem caranguejo nessa praia, quanto mais tartaruga…
– Meu Deus, eu não tinha pensado nisso!
– Pensado em que?
– Túlio, eu já estava começando a sacar o seu machismo, mas até agora não tinha percebido que você era um monstro. Eu quero distância de você!
– Olha, quer saber? Desisto. Quem quer distância sou eu. Não tô a fim de aguentar gente louca no meu pé. Pode ficar na praia feminina, no mar masculino, na pedra LGBT ou no escambau. E vou apagar a porcaria desse post agora mesmo.
– Não tem problema, seu brutamontes. Já salvei tudo.
– Olha só, Fafá. Acabamos de receber um convite pro programa do Ratinho e outro pra participar do BBB.
– Ai, amor. Que tudo!! Senta aqui e tira outra selfie nossa. A luz agora tá bárbara!
– Claro, meu tchutchuquinho!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>