É hora de dar tchau, Dilma…

É hora de dar tchau, Dilma! Mas, antes que a choradeira comece, por favor não me venha com essa balela de ter sido vítima de um golpe. Você, seu partido, e esse seu governo desastroso são os únicos culpados. Não foi o Eduardo Cunha, não foi o Temer, não foi o Moro, não foi a Globo, não foi a oposição. A culpa é sua! Foi você quem conduziu o Brasil ao fundo do poço. Foi você quem manteve e aumentou em larga escala a matriz econômica populista e irresponsável implantada no final do governo Lula. Foi você quem gastou sempre muito mais do que arrecadou e quem usou os bancos e as autarquias federais para maquiar a verdadeira situação das contas públicas. Foi você quem desrespeitou, seguida e propositalmente, a Lei de Responsabilidade Fiscal. Foi você quem, durante anos, sangrou o caixa da Petrobrás ao segurar artificialmente o preço dos combustíveis. Foi você quem permitiu que fosse instalada uma organização criminosa em todos os órgãos da administração pública, em todas as estatais. Foi você quem mandou seus assessores mais próximos tentarem, seguidamente, obstruir a justiça. Foi você quem nomeou ministro de estado um cidadão investigado pela Polícia Federal, com o único objetivo de postergar uma prisão prestes a ocorrer. Não fosse tudo isso, Dilma, não fosse a sua imensurável incompetência e sua arrogância inata, não adiantaria Eduardo Cunha, não adiantaria Temer, não adiantaria Moro, não adiantaria Globo, não adiantaria oposição. Ninguém teria sido capaz de tirá-la do cargo para a qual foi eleita. Eleita, é bom que se diga, depois de uma campanha absolutamente mentirosa, fantasiosa, e financiada com dinheiro roubado. Portanto, uma vez na vida, assuma as consequências dos seus atos!

É hora de dar tchau, Dilma! É hora de voltar a ser a figura absolutamente insignificante e despreparada que você sempre foi. É hora de voltar a se vestir do jeito que você gosta, de usar o tipo de penteado que mais lhe agrada. É hora de você parar de tentar falar em público, especialmente de improviso. É hora de você deixar de fingir que entende de economia, que você entende de gestão, que você entende a fundo de qualquer coisa. É hora de voltar a ser você mesma, Dilma. Você já pode sair do seu personagem. Você está livre, finalmente! Mas não se desespere, você até que o representou bem. Olha quanta gente acreditou em você. Muitos ainda acreditam, por incrível que pareça (bom, esses acreditam em tudo que venha do PT). Mas não dá pra representar competência, Dilma. Não dá pra representar capacidade. Não dá pra representar carisma. E você sabe disso. Muita gente lhe disse e você preferiu não ouvir…

Talvez você deseje agora ser esquecida para sempre, como um outro ex-presidente uma vez já desejou. Infelizmente, isso não será possível, Dilma. Seu nome estará pra sempre gravado na memória deste país. Gravado como a governante mais desastrosa, mais incompetente, mais irresponsável e mais limitada da nossa história. Aquela que conseguiu entregar à população brasileira, depois de sua passagem pela presidência, um país muito, mas muito pior do que aquele recebido quando tomou posse. Vamos levar décadas apenas para retornar ao patamar que já havíamos alcançado. Esse “mérito” é todo seu, Dilma! E todo mundo vai se lembrar. Mas, não se preocupe, ainda que os brasileiros não consigam atender ao seu desejo e jamais se esqueçam definitivamente de você, tenha certeza também de que quase ninguém sentirá a sua falta. Já é um consolo, não é?

Tchau, Dilma! Só mais uma coisa antes de você ir. Nós sabemos perfeitamente que o novo governo que irá assumir não será composto de pessoas éticas, honestas e preocupadas com o futuro do Brasil. Eles estão muito longe disso! São corruptos, interesseiros e ávidos pelo poder. Nada muito diferente do que a corja que lhe faz companhia e que governa o país há quase quatorze anos. Mas, não se preocupe, nós estaremos atentos. Cobraremos deles até mais do que cobramos de você, Dilma. Afinal, a cobrança deve ser sempre proporcional à capacidade de resposta das pessoas cobradas. E, ao contrário de você, esperamos que o próximo presidente interino tenha, pelo menos, um cérebro!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>