Naquele sorriso…

Hoje é o aniversário dele! Mesmo não podendo mais abraçá-lo, este será sempre um dia de reverência e de celebração. Pois, nesta data, nasceu o portador do sorriso mais doce, mais constante, mais intenso e mais verdadeiro. Hoje, e todos os dias, sei que estarei pensando e falando sobre ele. Sei que o meu amor nunca irá diminuir com a sua ausência. E sei que a saudade que sinto jamais deixará meu coração inteiro novamente. Sei também que, por mais que eu me esforce, nunca conseguirei dizer ou escrever sobre o muito que aqueles olhos me transmitiam, o quanto aquela voz me inspirava, e tudo que aquele sorriso resumia. Muitos não tiveram a oportunidade de conhecê-lo. E sempre que eu falo do quanto a sua presença irradiava paz e sabedoria, me perguntam o que fazia dele uma pessoa tão singular. Invariavelmente, eu respondo que qualquer palavra seria insuficiente para descrevê-lo. Entretanto, sua essência sempre esteve estampada no seu sorriso.

Naquele sorriso, estava a serenidade com a qual ele encarava todas as dificuldades. Estava a prudência com a qual ele norteava suas atitudes. Estava o otimismo com o qual ele enxergava seu mundo e o mundo daqueles a quem amava. Estava a alegria que transmitia a todos que dele se aproximavam. Estava a luz que ele sabia, como ninguém, acender no íntimo de cada um. Estava a sabedoria que seus conselhos despertavam. Estava a sua disponibilidade quando chamado a ajudar. Estava a resignação com a qual ele aceitava as vicissitudes do dia a dia. Estava o amor com o qual ele conseguia tocar o coração de todos.

Ele, que fez do seu caminho um repertório infindo de exemplos e ensinamentos, que dizia as suas verdades de uma forma suave e doce, que sugeria sem imposição, que guiava sem ditar regras, que liderava sem arrogância, e que, de tão sábio, se considerava apenas mais um. Ele, que sabia contra-argumentar sem discórdia, que conseguia mostrar o caminho certo sem desmerecer os alternativos, que era capaz de olhar para as pessoas de tal forma que, quando se davam conta, irremediavelmente se percebiam apaixonadas, como se não houvesse outra alternativa. E não havia mesmo… Tudo isso sempre esteve claro naquele sorriso.

Naquele sorriso, vi a confiança para ensaiar meus primeiros passos, vi a paciência para lidar com minhas limitações, vi a perseverança no incentivo incessante das minhas próprias escolhas, vi euforia e moderação, orgulho e advertência, apoio e tolerância, amor e mais amor ainda. Todos disponíveis naquele sorriso.

Naquele sorriso, eu sinto a força e a textura das suas mãos, o aconchego dos seus braços, a doçura e a alegria do seu olhar. Naquele sorriso, ainda estão o ombro onde me recostei tantas vezes, a lucidez de um ser iluminado, a consciência cósmica tão nítida, entremeada de paz e de amor plenos. Naquele sorriso, repousa a certeza do reencontro, a certeza do renascer, a certeza da vida. Naquele sorriso, ainda mora uma criança que se sentia completa naquele abraço, que se descobriu protegida e abençoada por aquele que só sabia amar integralmente, sem limites, sem ressalvas, sem compensações, sem contrapartidas. E hoje, sei que aquele sorriso vai acalentar para sempre o adulto que fez da palavra PAI a mais sagrada e a mais venerada de todo o seu vocabulário. Eternamente, naquele sorriso…

Por ele, orgulho, saudade, respeito, gratidão, idolatria, admiração, ternura e amor, são sentimentos que estarão sempre aflorados no meu olhar! E, no meu próprio sorriso, estará sempre a felicidade por ter tido o privilégio inigualável de chamá-lo de exemplo, de amigo, de pai! No meu próprio sorriso, estará sempre a centelha de um amor tão sublime, que contaminou gerações de famílias e de amigos, que inspirou vidas, que repartiu luz, harmonia e mansidão. No meu próprio sorriso, estará sempre a esperança de evoluir e ser capaz de sorrir como ele, pelo menos uma vez na vida, antes de, finalmente, poder vê-lo de novo sorrindo pra mim!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>